Dama da cultura por excelência

Fonte: Jornal A Tribuna Regional, de Santo Ângelo/RS, edição de 6 e 7 de junho de 2009, sábado e domingo.

A nobre senhora Eva Sopher, presidente da Fundação Theatro São Pedro, Templo da Cultura do Rio Grande do Sul, honrou-nos, na quarta-feira, 27 de maio, com sua presença no Centro Comunitário de Assistência Social Alziro Zarur, em Glorinha/RS. O portal Boa Vontade (www.boavontade.com) registrou a ilustre visita:

“A senhora Eva Sopher foi calorosamente recebida com música e muita alegria pelo Coral Ecumênico Infantojuvenil Boa Vontade, composto por meninas e meninos atendidos pela Instituição. Na oportunidade, dona Eva, uma das notáveis representantes da cultura gaúcha e brasileira, foi presenteada com um quadro artesanal confeccionado pelas crianças, além de uma cesta com produtos coloniais ali produzidos. Após conhecer todo o Centro Comunitário, em entrevista à Boa Vontade TV (Oi TV — Canal 212 — e Net Brasil/Claro TV — Canais 196 e 696), assim se expressou: ‘É um prazer muito grande, uma satisfação estar aqui, participar do programa Boa Vontade Entrevista. Fiquei surpresa, encantada. Realmente o trabalho de vocês é magnífico, a recepção das crianças foi uma coisa muito especial, muito simpática. É sempre uma alegria ver as crianças com essas carinhas queridas como aqui demonstraram e cantaram com tão Boa Vontade’. Ela também ressaltou a beleza do local: ‘Realmente é muito lindo! As acomodações das crianças são maravilhosas, a limpeza é 100%, a disciplina me agrada muito, porque crianças precisam de disciplina e, com certeza, daqui sairão completamente diferentes de quando entraram, o que é muito positivo. Nada melhor do que dar educação às crianças’. Ao término da visita, destacou: ‘Estou aqui no lugar certo para dizer da minha certeza de que a educação dos nossos jovens, a cultura, são as bases para uma futura vida feliz, e aqui neste chão da LBV é que a gente sente esse recado. Vamos tratar dos jovens, que teremos um futuro melhor’. E ainda escreveu no Livro do Coração: ‘Encantada com tudo que me foi mostrado, recebam meu aplauso, minha admiração e os votos de muito sucesso sempre. Obrigada pela carinhosa recepção. Eva Sopher’”.

Emoções e Memórias

Dona Eva foi a anfitriã da “Noite Cultural Emoções e Memórias”, ocorrida no Theatro São Pedro em 20 de junho de 2006, da qual constou um concerto sob a regência do talentoso maestro Antônio Carlos Borges Cunha. O evento disparou, na ocasião, as comemorações dos meus 50 anos de trabalho na Legião da Boa Vontade. Ao lado do povo, lá estive também, confraternizando com filhos ilustres dessa terra. Entre eles: Dom Dadeus Grings, arcebispo metropolitano de Porto Alegre; Frei Rovílio Costa; empresário Valdir Andres e o compositor e radialista Wilson Tubino.

Querida dona Eva, nós igualmente aplaudimos e admiramos seu exemplo de vida, uma dama da cultura por excelência.

Prestando contas ao povo

A assessoria de comunicação da LBV disponibilizou release no qual presta contas à sociedade da Campanha SOS Nordeste, que continua mobilizando todo o país no socorro às famílias das vítimas das enchentes no Norte e Nordeste. Diz o texto:

“Em parceria com a Defesa Civil, a LBV viabilizou vários postos para arrecadação de alimentos não perecíveis, material de higiene pessoal e agasalhos. Até o momento, foram entregues 20 toneladas de alimentos às famílias cadastradas pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Direitos do Cidadão, da Prefeitura Municipal de Salvador e, no Estado do Piauí, 22 toneladas de mantimentos aos desabrigados das cidades de Teresina, Campo Maior, Barras, Luzilândia e Joca Marques. Durante a entrega das doações na capital piauiense, o apresentador de TV, Mariano Marques, destacou: ‘(...) Não consigo ver o Brasil sem a LBV. Veja o que ela está fazendo aqui no Piauí. Vocês estão sendo solidários neste momento triste, em que nossos irmãos estão sofrendo com as enchentes, passando necessidades, precisando de alimento, de roupa ou de um colchão, e a LBV veio aqui trazer esta ajuda. É um momento magnífico, e me sinto muito prestigiado por poder estar aqui’.

“Nesta sexta-feira (dia 5), às 10 horas, a cidade de São Luís/MA recebeu os donativos. A LBV entregou ao Governo do Estado do Maranhão, por meio da Defesa Civil, 20 toneladas de alimentos que serão encaminhados aos municípios atingidos pelas chuvas.

“A LBV continua com a Campanha. Quem puder contribuir com doações, basta dirigir-se a um dos postos de arrecadação da Instituição: Salvador/BA: Rua Porto dos Mastros, 19, Ribeira, tel.: (71) 3312-0555; Teresina/PI: Rua Anísio de Abreu, 2.470, Marquês, tel.: (86) 3213-3099; e São Luís/MA: Rua Ribamar Pinheiro, 9, Madre Deus, tel.: (98) 3214-1428.

“Outras informações podem ser obtidas pelo tel.: (11) 3225-4500 ou acessando o site www.lbv.org.br”.

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.