Ninguém está perdido

Reflexão de Boa Vontade

Jesus, o Profeta Divino (2011) — 19ª edição. Adquira!

Em meu livro Jesus, o Profeta Divino (2011), faço esta provocação: vocês querem vencer-se e vencer? Deixem Jesus coexistir em seus Espíritos e Maria Santíssima confortar-lhes maternalmente os corações nas horas rudes da jornada humana.

De fato, ninguém se encontra irremediavelmente perdido ou abandonado neste mundo

Tela: Giovanni Sassoferrato (1609-1685)

Título da obra: Maria e o menino Jesus.

Não percamos de vista o convite feito pelo Provedor Celeste para sobrepujarmos quaisquer dificuldades que surjam no caminho. Ele prometeu, em Seu Evangelho, consoante Mateus, 21:22 e 17:20: “Tudo aquilo que pedirdes na prece, crede que haveis de receber e vos será concedido. Se tiverdes Fé do tamanho de um grão de mostarda, direis a este monte: Sai daqui, lança-te ao mar, e assim acontecerá. Nada vos será impossível”.

Arquivo BV

Alziro Zarur 

Ó Divino Chefe, Cabeça da humanidade, quais são as montanhas que a Fé Realizante pode afastar de nossa trajetória? Sabemos pela sagrada intuição — que é a Tua voz em nós — a resposta: o desespero, a falta de dinheiro, a carência sob qualquer aspecto, as enfermidades (do Espírito, do corpo e da mente), o desamor, a incompreensão, a calúnia, a infâmia, a fome e tudo o mais que venha a afligir Teus amados filhos. Por isso ensinou o Irmão Zarur nas lições do Centro Espiritual Universalista (CEU) da Religião do Terceiro Milênio: “Fé é o próprio Deus. Fé é igual a Deus”.

 

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.