Anúncio de profunda metamorfose planetária

Fonte: Livro "Jesus, o Profeta Divino", de 2011.

Atualmente, não só os chamados homens místicos anunciam profunda metamorfose planetária, que já vem ocorrendo de forma impiedosa. Apesar do interesse de determinados grupos em manter a população eternamente desinformada, parte notável dos cientistas que estudam o clima persiste em furar bloqueios e alertar os povos quanto ao perigo do aquecimento (ou próximo esfriamento) da Terra, em consequência do efeito estufa. No seu livro O calor vem aíA batalha contra a ameaça do clima, o jornalista Ross Gelbspan traz-nos preocupantes esclarecimentos: “(...) há quem não queira que o público conheça a urgência e as dimensões da ameaça do clima e tenha vindo a promover uma persistente campanha de negação e de ocultação que, lamentavelmente, tem produzido efeito. (...) Para levar a cabo a sua campanha de mistificação, os especialistas de relações públicas da indústria (carvão e petróleo) fizeram largo uso de um pequeno grupo de cientistas cujos pontos de vista contrariam o consenso dos especialistas mundiais. (...) E o que é mais importante é que a campanha exerceu um efeito narcótico no público americano. Mergulhou as pessoas numa apatia profunda face à crise, persuadindo-as de que a questão das alterações do clima está totalmente mergulhada na incerteza científica. O que não é verdade. (...)

Os Tempos realmente chegaram. Mais que isso, estão em pleno andamento. Ross Gelbspan declara ainda, sem meios-termos: “(...) A lista dos efeitos previstos (pelos cientistas) é familiar — é idêntica ao apocalipse bíblico”.

Como a distração é quase geral, o jornalista chama a atenção para isso, alertando para o “efeito narcótico” sobre o povo. Ele, sabendo ou não, vai ao encontro desta afirmativa de Jesus, no Evangelho, segundo Lucas, 17:26 a 30, a respeito do comportamento da maioria, quando os Tempos anunciados dessem os seus sinais inequívocos: “Assim como foi nos dias de Noé, também será nos dias do Filho de Deus: Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e destruiu a todos. O mesmo aconteceu nos dias de : Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre, e destruiu a todos. Assim será no dia em que o Filho de Deus se manifestar.

É bom refletir sobre o assunto.

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.