Educar sentimento e raciocínio

Fonte: Jornal A Tribuna Regional, de Santo Ângelo/RS, edição de 7 e 8 de julho de 2012, sábado e domingo.
Vivian R. Ferreira

Dr. João Grandino Rodas

Em 29 de junho, tivemos a conclusão do 11o Congresso Internacional de Educação da LBV, em São Paulo. Profissionais da área prestigiaram o evento com sua importante contribuição, o que foi destacado na solenidade de abertura pelo professor dr. João Grandino Rodas, reitor da Universidade de São Paulo (USP): “Ele congrega pessoas de dentro e de fora da LBV, brasileiras e não brasileiras, portanto, pessoas que vêm trazer visões distintas”.

O sociólogo Pedro Demo, professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), fez questão de saudar os congressistas, numa mensagem em vídeo, ressaltando a relevância do tema em debate: “Avaliação: uma visão além do intelecto”.

Entre os palestrantes: José Pacheco, fundador da Escola da Ponte (Portugal); Marco Antonio Ferraz, diretor comercial da Abril Educação – Sistemas de Ensino; Sérgio Behnken, membro da Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho; Eliana Maria Ormelezi, da Associação Brasileira de Assistência ao Deficiente Visual Laramara; Edimara de Lima, diretora da Associação Brasileira de Psicopedagogia; e Maria Suelí Periotto, supervisora da linha pedagógica da LBV.

“Educação humanista e inclusiva”

Vivian R. Ferreira
Professor Marco Antonio Ferraz

A Pedagogia do Afeto (para crianças de até 10 anos) e a Pedagogia do Cidadão Ecumênico (a partir dos 11 anos), aplicadas pela LBV em sua rede de ensino, que objetiva educar sentimento e raciocínio, vem encontrando expressiva acolhida. É o que observamos nas palavras do professor Marco Antonio Ferraz: “Acho que a LBV se caracteriza por uma educação extremamente humanista e inclusiva. (...) É aquela educação que valoriza o aluno enquanto ser humano, que faz com que ele perceba que é capaz de superar as suas dificuldades e que seja um ser humano realizado e feliz com auxílio da escola”.

Espiritualidade Ecumênica no ensino

Pedagoga Miltes Bonna

A presidente da Instituição Assistencial Meimei, de São Bernardo do Campo/SP, pedagoga Miltes Apparecida Soares de Carvalho Bonna, comentou: “Alegria imensa, porque estamos fazendo uma descoberta de um mundo novo através da proposta da LBV. Parabéns a toda a equipe! A nossa luta é muito grande, porque infelizmente a escola laica proposta não atinge a realidade da criança brasileira. O Amor faz a diferença, e a busca de uma Espiritualidade Ecumênica, norteando o sistema educativo, é o sonho que desejamos realizar um dia, o qual vocês, da LBV, já estão conquistando. Tenho certeza de que cada professor, cada educador que aqui chegar, voltará levando um mundo de esperança para a renovação do sistema de ensino”.

Parabéns ao “Diário das Missões”

Na quinta-feira, 5/7, A Tribuna Regional completou seu 45o aniversário. Grande comemoração ocorre neste sábado, com o tradicional jantar-baile Azul e Amarelo, no Salão Nobre do Clube Gaúcho.

Sinto-me honrado com a notícia de que uma vez mais, na festiva data, receberei o “Troféu Marcas & Líderes”. O evento, já em sua 4o edição, homenageia empresas, personalidades e entidades que se destacaram ao longo do ano.

À diretoria do “Diário das Missões” e a toda a sua equipe, a saudação e o agradecimento da LBV.

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.