Preciosos provocadores intelectuais

Fonte: Reflexão de Boa Vontade extraída do livro "Tesouros da Alma", de novembro de 2017.

Caros Amigos, prezadas Amigas, preciosos provocadores intelectuais, a existência humana é, de certa forma, como a pesquisa científica. A Ciência é uma provocação diária. É a indagação que não cessa. É a vontade permanente de desvendar, para que se rompam as fronteiras do saber ilimitado.

E essa busca só será plena quando o ser humano finalmente atingir o entendimento do Espírito, pois não existe apenas a dimensão física para examinar. Por isso, a nossa querida Ciência deve permitir-se ultrapassar as balizas da mente, a fim de se deparar com o Todo Universal. Lembro-lhes que Deus é Ciência, e nada mais espiritual do que Ele.

Credits: NASA/JPL-Caltech

Creio que neste ponto se aplique o que escrevi em “Ciência e Fé na trilha do equilíbrio”, para a 1a sessão plenária do Fórum Mundial Espírito e Ciência (FMEC) — realizada no Parlamento Mundial da Fraternidade Ecumê­nica, o ParlaMundi da LBV, em Brasília/DF, Brasil, entre os dias 18 e 21 de outubro de 2000 —, e que fiz constar de minha obra Cidadania do Espírito (2001):

Investigar ad infinitum

Nada em Ciência se encontra em sua forma derradeira. Foge à lógica conceber obstáculos intransponíveis — mesmo no campo da investigação da existência do Espírito — para uma especialidade essencial ao desenvolvimento humano, em que pesquisar, analisar, concluir, pesquisar de novo, mais uma vez analisar, para concluir em amplitude de reflexão ad infinitum, representa a base de sua luminosa lide (...). Mormente agora, quando o mundo se transforma tão depressa, e o Amor Fraterno não pode ser esmagado pela frieza, pela ganância, pelo cifrão.


 

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem "o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno".