Cuidado com os raios

Fonte: Jornal A Tribuna Regional, de Santo Ângelo/RS, edição de 14 e 15 de fevereiro de 2009, sábado e domingo.

Segundo levantamento feito pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), 2008 bateu o recorde de mortes causadas por raios na última década. Setenta e cinco pessoas perderam a vida.

A Agência Brasil publicou matéria da repórter Paula de Castro, da Rádio Nacional, que traz detalhes desse relatório do INPE: “De acordo com o coordenador do grupo, Osmar Pinto, o alto número de raios se deve ao resfriamento das águas do Oceano Pacífico, fenômeno conhecido como La Niña, que altera a formação de tempestades no país. Além disso, o Brasil é o maior país localizado na região tropical do planeta, área com grande variação de temperatura. Osmar lembra que, por esse motivo, sempre haverá grande incidência de raios no país e que é preciso ter cuidado, principalmente no verão. ‘A chance de ser atingido por um raio no Brasil é 20 vezes maior do que a de acertar na loteria com um palpite simples’, afirma o pesquisador. O estudo indica que a maior ocorrência de mortes se dá a céu aberto, na zona rural e com homens adultos. O pesquisador explica que, para evitar fatalidades com raios, o ideal é procurar abrigo em uma casa ou um carro e ficar longe de materiais metálicos. ‘É preciso se afastar de árvores isoladas, de objetos metálicos como uma torre, um trator, uma cerca de arame farpado, jogar para longe uma faca, uma pá, um caniço de pesca metálico, se agachar e esperar a tempestade passar’, explica Osmar Pinto”.

Conhecimento que salva vidas

Ainda na reportagem, o pesquisador destaca que “metade das mortes ocorridas poderia ter sido evitada se as pessoas tivessem conhecimento de como agir em situações de tempestade com raios. Nos centros urbanos, ele lembra que é preciso evitar falar em telefones com fios, mesmo com o celular ligado ao carregador. É aconselhável também desligar os aparelhos elétricos da tomada e não ficar em contato com objetos metálicos durante a tempestade”. Por fim, faz este alerta: “A expectativa é a de que 2009 tenha a mesma quantidade de raios que 2008”.

Eis, portanto, a nossa colaboração para que todos se protejam das tempestades com descargas elétricas, reduzindo, assim, o número de vítimas. Cuidado, vocês também, crianças!

Elza Soares

O portal Boa Vontade trouxe-nos esta alegria: “No dia 5 de fevereiro, o programa Boa Vontade Entrevista, da Boa Vontade TV, recebeu em seus estúdios a cantora Elza Soares, famosa intérprete da música popular brasileira, internacionalmente conhecida por sua voz rouca e vibrante. Amiga de longa data da LBV, Elza Soares já fez parte de diversas ações realizadas pela instituição, como salienta: ‘Fui algumas vezes visitar as crianças, porque gosto de participar, de estar presente, de saber o que está acontecendo. É muito importante que todos saibam o que é essa bela instituição, esse presente que vocês têm dado sempre a essas crianças maravilhosas que precisam tanto de vocês’. Ao finalizar, deixou suas felicitações ao diretor-presidente da LBV: ‘Ao meu amigo Paiva Netto, meu grande exemplo de vida, o meu beijo, meu carinho, pela coragem de manter a LBV de pé’”.

Querida Elza, muito me orgulha sua sincera amizade. Que o Pai Celestial permaneça iluminando a sua brilhante carreira e aguerrida existência!

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem "o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno".