Um ensinamento do Divino Ativista do Bem

Fonte: Reflexão de Boa Vontade extraída do livro "Tesouros da Alma", de novembro de 2017.

Diante dos fatos mundiais, não somente telúricos, sempre vale a pena ler as palavras de Jesus, o Divino Ativista do Bem, sobre o verdadeiro espírito de Solidariedade em Seu Evangelho, segundo Mateus, 25:31 a 46:

Juízo Final

31 Quando voltar o Filho de Deus na Sua majestade, e todos os Anjos com Ele, então sentará no trono da Sua glória.

32 Todas as nações serão reunidas na Sua presença, para Ele separar uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas:

33 porá as ovelhas à Sua direita, mas os cabritos, à esquerda.

(Naturalmente, não se trata de esquerda ou direita política.)

34 Então, dirá o Rei aos que estiverem à Sua direita: — Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a criação do mundo.

35 Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes;

36 estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e me fostes ver.

37 Então, os justos hão de perguntar: — Senhor, quando foi que Te vimos com fome e Te demos de comer? Ou com sede e Te demos de beber?

38 E quando Te vimos forasteiro e Te hospedamos? Ou nu e Te vestimos?

39 E quando Te vimos enfermo ou preso e Te fomos visitar?

40 O Rei, respondendo, lhes dirá: — Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos Irmãos, vós o fizestes a mim mesmo.

41 Então, o Rei dirá também aos que estiverem à Sua esquerda: — Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para satanás e seus anjos!

42 Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;

43 sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; enfermo e preso, e não me fostes ver.

44 E eles Lhe perguntarão: — Senhor, quando foi que Te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não Te assistimos?

45 Então, o Rei lhes dirá: — Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes pequeninos, a mim mesmo é que o deixastes de fazer.

46 E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a Vida Eterna.

Que extraordinária lição de Fraternidade, de Solidariedade, de Compaixão e de Generosidade, a ser com persistência seguida, não apenas nas horas de dor pungente; porém, por todo o percurso da vida particular e em sociedade! Situa-se entre os mais altos graus da Política verdadeira: a de Deus, do Cristo e do Espírito Santo.

Tela: Mathieu Ignace Van Brée (1773-1839)

Título da obra: Cristo cura um doente.

Lugar da salvação

— Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e tua casa
(Atos dos Apóstolos de Jesus, 16:31).

Na hora da tribulação, os salvos estarão onde a salvação se fizer presente. E em que lugar podemos procurá-la nos tormentosos tempos de conflagração? Alziro Zarur (1914-1979) deu-nos a resposta: “O Novo Mandamento de Jesus — ‘Amai-vos como Eu vos amei’ (Evangelho, segundo João, 13:34) é a salvação da Humanidade.

Como a dizer: ao habitar o coração da criatura humana, o Amor do Cristo de Deus a tornará o seu próprio refúgio, a sua salvação verdadeira!

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem "o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno".