União e Perseverança em Jesus para a vitória no Bem

Fonte: Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!, edição 155, de janeiro de 2022.

Esta edição da revista JESUS ESTÁ CHEGANDO! apresenta marcante Epístola do Irmão Paiva Netto, dirigida aos Legionários da Boa Vontade de Deus e Cristãos do Novo Mandamento de Jesus, a fim de celebrar as vitórias alcançadas pelas Instituições da Boa Vontade (IBVs), em 2021, e renovar as grandes responsabilidades espirituais de todos, para o pleno sucesso no planejamento material de nossas Casas Divinas, em 2022. Trata-se de missiva revestida do espírito de denodo, de vanguarda e de Amor Crístico inerentes à Legião da Boa Vontade (LBV), que completou, em 1o de janeiro (Dia da Paz e da Confraternização Universal) de 2022, 72 anos de prodigiosa existência no plano das formas. Esta é, portanto, fraterna mensagem nascida do generoso coração do Irmão Paiva e destina-se, como eloquente brado de Fé Realizante e Esperança, a cada Alma, na Terra e no Céu da Terra, que se conecta à Religião Divina, a Quarta Revelação. É para tornar ainda mais fortes as crianças, os jovens, as mulheres, os homens, os Espíritos, Almas Benditas, que se devotam e vencem as lutas diárias nesta Causa Santa da Boa Vontade de Deus e da Ordem Suprema do Cristo: “Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos” (Evangelho, segundo João, 13:34 e 35).

São palavras de bom ânimo que renovam a nossa perseverança no Farol Jesus, pois nos fazem enxergar no horizonte, por vezes turvo, a Luz que tudo alumia e fulgura em nosso íntimo, a fim de que reflitamos Seu esplendor em nossas ações solidárias, justas e altruístas. Disse o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista: “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos Céus” (Boa Nova, consoante Mateus, 5:16). Não por acaso, esse versículo bíblico compõe o Roteiro Espiritual para 2022, proposto e encaminhado pelo Presidente- Pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, com o seguinte anseio: “Que todos fielmente brilhem e perseverem nas Instituições da Boa Vontade de Deus com a Luz do Cristo!” Eis o nosso norte para o novo ano, rumo ao Divino Mestre Jesus!

Boa leitura!

Os editores

Minhas Amigas e meus Irmãos, minhas Irmãs e meus Amigos, Legionários da Boa Vontade de Deus, Cristãos do Novo Mandamento, Amigos de Jesus,

Deus Está Presente!

Jesus Está Chegando!

Jesus — a nossa permanente ligação espiritual

O Legionário da Boa Vontade fiel e perseverante deve se manter ligado ao Nosso Mestre e Senhor Jesus Cristo — o Benfeitor Excelso da humanidade. Essa é a minha súplica, consoante a Boa Nova do Salvador, segundo João, 15:5: “Eu sou a videira, vós sois os ramos. Aquele que permanece em mim, e no qual Eu permaneço, dá muito fruto, pois sem mim, nada podeis fazer”.

LBV — 72 anos de trabalho hercúleo, "por um Brasil melhor e por uma humanidade mais feliz"*1

Em 6 de janeiro de 1948 — Dia dos Reis Magos —, o saudoso Presidente-Fundador da Legião da Boa Vontade (LBV), radialista, jornalista e poeta Alziro Zarur (1914-1979), recebeu de Jesus a Ordem Espiritual*2 de criar a Instituição. E, sob essa sublime convocação, imediatamente buscou delinear a constituição de suas bases. Ele próprio narra a gênese dessa epopeia de Amor Fraterno. Está publicada em Paiva Netto e a Proclamação do Novo Mandamento de Jesus — A saga heroica de Alziro Zarur na Terra (2009), primeiro livro da Academia Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista:

“Antes que a LBV estivesse oficialmente fundada [em 1o de janeiro de 1950], já estava funcionando desde 1948, porque, quando recebi esta missão, tratei de procurar os companheiros que me pudessem ajudar. É assim como quem quer fazer um prédio: leva um ano fazendo a planta, recolhido, sem ninguém saber. Depois que a planta está pronta, aí é que começa a construção do prédio. Absurdo seria alguém fazer um prédio sem ter planta, porque cairia plantado na sua própria confusão. Sabedor disso, tratei, antes, de fazer a planta. Isso foi em 1948 — um ano de silêncio”.

Após esse período de elaboração, em 1o de janeiro (Dia da Paz e da Confraternização Universal) de 1950, oficialmente Zarur apresentou essa Divina Obra Ecumênica ao mundo. E seis dias depois, criou e presidiu a pioneira Cruzada de  Religiões Irmanadas, cuja primeira edição ocorreu em 7 de janeiro de 1950, no salão do Conselho da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), na capital fluminense, após sucessivas reuniões preparatórias realizadas nos meses de outubro, novembro e dezembro de 1949, na sala da diretoria daquela prestigiada Associação. Com esse feito, Zarur antecipou-se ao que mais tarde viria a ser chamado de relacionamento inter-religioso.

Com imensa felicidade na Alma e no coração, chegamos aos 72 anos de trabalho hercúleo e ininterrupto dedicado ao povo, socorrendo aos que mais necessitam e sofrem, do corpo e da Alma. Eis porque, desde os primórdios, o lema da LBV é “por um Brasil melhor e por uma humanidade mais feliz!”

Ideal da Boa Vontade além-fronteiras

Devemos nos orgulhar desse Ideal de Boa Vontade, que abracei quando tinha apenas 15 anos, na reencarnação presente, em 29 de junho de 1956, Dia de São Pedro e São Paulo, e que atravessou fronteiras e tem empolgado o mundo. Não é sem motivo que, desde 1980, com a força da Fraternidade Ecumênica que pulsa em suas veias, as iniciativas solidárias expandiram-se para a LBV da Argentina, do Paraguai, do Uruguai, da Bolívia, de Portugal e dos Estados Unidos, além do contato com correspondentes ao redor de todo o planeta.

A Legião da Boa Vontade igualmente conquistou o reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU), com a qual tem atuado há quase três décadas, e participa ativamente das principais conferências e reuniões desse Organismo, contribuindo com importantes recomendações para a implantação de políticas públicas internacionais, além de mobilizar a sociedade civil em torno dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Primeiro, em 1994, a LBV associou-se ao Departamento de Comunicação Global (DCG) e, em 1999, tornou-se a primeira instituição da sociedade civil brasileira a obter o status consultivo geral (grau máximo) no Conselho Econômico e Social (Ecosoc/ONU). Em 2000, passou a integrar a Conferência das ONGs com Relações Consultivas para as Nações Unidas (Congo), com sede em Viena, na Áustria, e, em 2004, atuou como cofundadora do Comitê de ONGs sobre Espiritualidade, Valores e Interesses Globais nas Nações Unidas.

Tudo isso é uma vitória do Cristo! Uma conquista para toda a sociedade! Uma glória para cada Legionário da Boa Vontade de Deus! A LBV nasceu para amar e ser amada! Portanto, ainda mais longe iremos nesta bendita ação humanitária em prol das necessárias transformações sociais, morais e espirituais de nossa gente, desde que continuemos a merecer a presença sagrada dos Espíritos Luminosos, que emanam renovadas forças fluídicas diretamente do Astral Superior. Reitero o que venho bradando há tempos: o Mundo Espiritual não é uma abstração. Ele é invisível, mas existe. Os mortos não morrem!

Administrar à luz do Cristo

Desde sempre, administrar sob a proteção de Deus é nossa diligente ação! São mais de 65 anos do meu apostolado incessante nas Instituições da Boa Vontade de Deus (IBVs)*3, dos quais 42 anos dedicados ao compromisso espiritual de presidir a Legião da Boa Vontade.

Ressalto, prezadíssimas Irmãs, caríssimos Irmãos, que meu Espírito permanece ainda mais fortalecido na plena certeza de que também supero, com boa disposição no Cristo, meus desafios e minhas provações desta reencarnação, porquanto sigo perseverante na honrosa missão que humildemente recebi dos planos superiores, muito antes de voltar à Terra, para a atual existência.

Façamos nossas as palavras do Profeta Samuel, em seu primeiro livro, 7:12, no Antigo Testamento: “Até aqui nos trouxe Deus!”

E nós costumamos acrescentar, com a permissão do Profeta, que o Pai Celestial muito mais adiante nos conduzirá pelas seguras sendas de Sua Luminosa Proteção!

Testemunharei o Divino Mestre Jesus além do fim, e assim todos vocês também que se integram na inspiração e no amparo da Gloriosa Falange da Boa Vontade de Deus, esses abnegados Irmãos de Luz, tendo à frente o nobre Espírito Amigo Dr. Bezerra de Menezes.

Comunicação 100% Jesus Ecumênico

Minha Alma rejubila-se com os talentosos Soldadinhos de Deus, da LBV, Esperança do mundo — como exaltava o saudoso Irmão Zarur —, e com o contagiante entusiasmo da Juventude Ecumênica da Boa Vontade de Deus. Dedico o meu coração a cada Legionário atuante nos diversos setores destas imensas Obras Divinas, que nasceram na comunicação para apresentar o Jesus Ecumênico, dessectarizado. Daí a importância, em especial, do aguerrido Departamento de Relações Fraternais, o abençoado DRF Legionário; dos valorosos trabalhadores da heroica Campanha de Comunicação da Verdade de Deus (CCVD); do fervor das Irmãs Pregadoras e dos Irmãos Pregadores da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo; e, enfim, de todos os Valentes de Jesus que se empenham em levar aos “quatro cantos do mundo” a Comunicação 100% Jesus Ecumênico por todos os meios e modos possíveis na Mídia da Boa Vontade*4. Além, é claro, dos inúmeros programas de valorização da vida e do Espírito Eterno do ser humano, que manifestam o Jesus Solidário pelas ações de amparo e socorro ao próximo.

A urgência do “Ide e Pregai”

Em Os mortos não morrem (2018), anotei:

Realizemos obras materiais; porém, acima de tudo, nos dediquemos às espirituais. É necessário cumprir aquilo que o Cristo de Deus determina no Seu Evangelho, segundo Mateus, 10:7 e 8:

“7 Ide, pois, e anunciai que está próximo o reino dos céus.

“8 E curai os enfermos, ressuscitai os mortos, limpai os leprosos, expeli os demônios. Dai de graça o que de graça recebestes”.

Embora sejamos criaturas da Mãe-Pai Celestial, ainda caminhamos muito presos às questões unicamente terrenas. Com isso, afastamo-nos de nosso direito à Cidadania Espiritual*5 e de um lugar à mesa nesse Banquete Divino, que nos é ofertado pelos ensinamentos de Jesus. Agindo desse modo, a humanidade podendo ser espiritualmente rica opta por continuar pobre das dádivas eternas. Mas suplantará tal condição à medida que alcançar o entendimento de que o Cristo “nos constituiu reino, sacerdotes para o Seu Deus e Pai” (Apocalipse, 1:6).

A nossa Natureza Celeste — o Espírito

Destaquem todo o tempo as raízes legionárias, à luz de nossa Natureza Celeste — o Espírito, que diretamente se reflete nas comoventes realizações das IBVs ao amparar espiritual e materialmente a humanidade. Para esse propósito, aí se encontram igualmente as publicações da Editora Elevação, valorizando a memória de nossa trajetória de Fé Realizante.

Em todas as suas atividades solidárias, a Legião da Boa Vontade oferta a Caridade Completa — conforme propunha o sempre lembrado Fundador da LBV, Alziro Zarur —, por meio dos Serviços e Programas de Proteção Social Básica ou Especial, da Pedagogia do Afeto e da Pedagogia do Cidadão Ecumênico — promovendo a Educação com Espiritualidade Ecumênica —, bem como pelo indispensável alimento material e espiritual, desde um simples copo d’água à fervorosa prece, tudo envolto pelo incomparável Amor do Novo Mandamento de Jesus, que nos sustenta: “Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros” (Evangelho, segundo João, 13:34 e 35).

E a excelsa Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, a Quarta Revelação em marcha, se faz presente acalentando as Almas e aquecendo os corações daquelas Irmãs e daqueles Irmãos que necessitam do acolhimento espiritual e material. Reforço, é a prática da Caridade Completa: a do corpo e a do Espírito.

É urgente levar ao mundo a Economia da Solidariedade Espiritual e Humana, como Estratégia de Sobrevivência!

Perseverança em Jesus e Lei das Obras, nosso ofício diário

Sigamos todos unidos, vibrantes e na permanente observância da exortação de Jesus, em Seu Santo Evangelho, segundo Lucas, 21:19: “Na vossa perseverança, salvareis as vossas Almas”.

E ainda nos coloquemos sob o seguro abrigo do Provedor Celeste, alicerçado no mérito, de acordo com o Critério Divino, revelado em Seu Apocalipse Redentor, 22:12: “Eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras”.

Portanto, Lei das Obras, de Jesus, como escreveu o Irmão Zarur, em 1979, ao se dirigir a mim, então, na qualidade de secretário-geral da LBV, no comando do Departamento Administrativo (DA).

O Sublime Pegureiro assegura: “Meu Pai não cessa de trabalhar, e Eu com Ele” Jesus (João, 5:17).

E hoje, 42 anos depois, também enfatizo às Irmãs e aos Irmãos da administração das Instituições da Boa Vontade de Deus:

Lei das Obras! Lei de Jesus, o Infatigável Operário de Deus!

Bem-vindo, 2022, com o Cristo!

E para finalizar brademos juntos a unção narrada no capítulo 2, versículo 14, do Santo Evangelho de Jesus, segundo Lucas: “Glória a Deus nas Alturas, e Paz na Terra aos homens [e às mulheres, aos jovens, às crianças e às Almas Benditas, os Espíritos Luminosos] da Boa Vontade de Deus!”

Salve, Jesus!

Salve, os 72 anos da Legião da Boa Vontade!

Salve, a Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo!

Salve, as Instituições da Boa Vontade de Deus!

Salve, o Templo da Boa Vontade!

Salve, o ParlaMundi da LBV!

Salve, os 74 anos da Ordem Espiritual de fundar a LBV, recebida pelo Irmão Alziro Zarur, em 6 de janeiro de 1948!

E salve, os 30 anos dos trabalhos práticos do Centro Espiritual Universalista, o CEU da Religião Divina, que iniciei em 6 de janeiro de 1992!

Bem-vindo, 2022, com o Cristo!

Viva Jesus em nossos corações para sempre!

Fraternalmente, aquele que os ama,

José de Paiva Netto

Presidente-Pregador da Religião de Deus,

do Cristo e do Espírito Santo

______________________

*1 “Por um Brasil melhor e por uma humanidade mais feliz” — Lema radiofônico criado por Alziro Zarur, com que é aberta e encerrada a “Campanha da Boa Vontade”, desde 4 de março de 1949.

*2 Ordem Espiritual de Jesus de criar a LBV — Em 6 de janeiro de 1948, Dia dos Reis Magos, data de alto significado místico-religioso, ao participar de uma reunião na Federação Espírita Brasileira (FEB), na capital fluminense, a convite dos saudosos amigos Werneck Genofre e Agostinho Pereira de Souza, Alziro Zarur recebeu de Jesus, na manifestação espiritual de São Francisco de Assis, a Ordem Espiritual de criar a LBV, por intermédio da respeitável e saudosa médium dona Emília Ribeiro de Mello. Aquela senhora de cabelos brancos olhou insistente e piedosamente para o visitante e, ao término da reunião, aproximou-se dele e revelou-lhe, com emoção: “Meu Irmão, São Francisco de Assis esteve todo o tempo aí ao seu lado e manda dizer-lhe que é hora de começar o combinado”. E o combinado era a criação da LBV, ressalta Zarur. Por esse fato, São Francisco de Assis é o Patrono da LBV.

*3 Instituições da Boa Vontade (IBVs) — Formadas pela Legião da Boa Vontade (LBV); pela Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo; pela Fundação José de Paiva Netto; pela Fundação Boa Vontade; e pela Associação Educacional Boa Vontade.

*4 Mídia da Boa Vontade — Super Rede Boa Vontade de Rádio, Boa Vontade TV, revistas JESUS ESTÁ CHEGANDO! e BOA VONTADE, Portais BoaVontade.com e ReligiaodeDeus.org, aplicativo Boa Vontade Play, além das demais publicações legionárias.

*5 Cidadania Espiritual — Leia, na obra Jesus, o Profeta Divino (2011), o capítulo “Profeta Isaías, Apocalipse e Lei de Causa e Efeito (Parte 2)”, particularmente no subtítulo “Cidadania do Espírito — uma visão profética de Jesus, por intermédio de João”. E ainda o livro Jesus e a Cidadania do Espírito (2019).

 

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.