Nossos Deveres e Direitos de Cidadãos Ecumênicos

Fonte: Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!, edição 134, de junho de 2019.

Em 30 de março de 2019 (sábado), milhares de crianças do Brasil e do mundo celebraram a abertura do 17o Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus, da LBV. O evento, realizado pelas Instituições da Boa Vontade, inaugura uma série de atividades e reflexões sobre o tema “Nossos Deveres e Direitos de Cidadãos Ecumênicos”.

A sessão solene foi conduzida pelo Irmão Paiva Netto e transmitida, ao vivo, pela Super Rede Boa Vontade de Comunicação (rádio, TV e internet).

Atendendo a pedidos dos leitores mirins e de seus pais, transcrevemos, nesta oportunidade, as palavras do Presidente-Pregador da Religião Divina na ocasião, quando enfatizou o importante papel das crianças no fim deste ciclo apocalíptico e a atenção que os jovens e os adultos devem dar a elas, na construção de “um Brasil melhor e de uma humanidade mais feliz”.

Ao discurso de improviso, foram acrescidos brilhantes comentários do Irmão Paiva.

Boa leitura!

Os editores

Minhas Irmãs e meus Amigos, minhas Amigas e meus Irmãos, hoje é um dia de festa na Legião da Boa Vontade e na Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, pois vemos vocês, crianças, como protagonistas deste entusiasmado Fórum em prol da Paz, da Solidariedade, da felicidade de toda a gente.

Vocês querem fazer deste Fórum dos Soldadinhos de Deus, da LBV, um permanente sucesso?

Vivam, então, agora e em todos os dias os ensinamentos universais de Jesus Ecumênico, o Divino Patrono deste Fórum!

Vocês são uma alegria para nós! Estão construindo um futuro melhor e mais bonito para a humanidade!

Queridos Soldadinhos de Deus, da LBV (como carinhosamente chamamos as crianças, desde os primórdios da Instituição, na década de 1940), estou aqui com meus 78 anos, e meu ideal e meu esforço pelo crescimento desta Casa de Deus estão repletos do forte entusiasmo do início da jornada, que é a Primeira Caridade.

Dediquem-se ao estudo dos fraternos e avançadíssimos conceitos da Religião do Amor Universal. Vocês são a Esperança e a Certeza de Jesus, que brilharão para sempre, jamais terão fim nos corações de Boa Vontade! Preparem suas Almas para vencer o invencível, suplantar o insuplantável, realizar diariamente Boas Obras, mesmo nas condições mais difíceis. Permaneçam com o Cristo de Deus, e o impossível não existirá diante do esplendor de seus Espíritos.

Deveres e Direitos do Cidadão do Espírito

Apresento minha contribuição ao tema por vocês escolhido com trechos de página que escrevi na madrugada de 18 de julho de 1988, dirigida aos Jovens Legionários da Boa Vontade. Eles generosamente a chamaram de Epístola Constitucional do Terceiro Milênio. Conforme vocês forem crescendo, absorverão cada vez mais este conhecimento que fala aos seus Espíritos. Em certo momento, afirmo que, para assegurar Direitos Humanos, necessário se faz profundamente conhecer os Deveres Espirituais, que se expressam por intermédio da Lei Universal da Reencarnação. A carne é apenas o revestimento do Espírito, quando vivendo na Terra.

Mais adiante concluo: Quem não conhece os Deveres Espirituais não saberá respeitar os Direitos Humanos em sua integridade, que vai além dos patamares alcançados pelos seus mais atilados defensores, na maioria das vezes adstritos à análise dos fatos pelo critério unicamente material.

Daí o indispensável valor da prece como instrumento de aproximação sadia dos Emissários de Luz, Almas Benditas sempre dispostas a nos auxiliar no cumprimento dos Deveres Espirituais; fazendo-nos reconhecer o que, de fato, pelo merecimento de cada um, é de nosso direito.

Permanente ajuda dos Espíritos do Bem

Em 25 de março de 2017, aqui mesmo neste Fórum, em sua 15a edição, trouxe importante recado para todos vocês e tive a satisfação de vê-lo em destaque neste belo lançamento do selo Soldadinhos de Deus, da LBV, Vamos orar com Jesus, página 8:

Como estamos em permanente contato com os Espíritos do Bem, nossos Anjos da Guarda, e eles têm bom coração, tudo fica feliz à nossa volta. Vamos conservar isso para toda a existência? Vocês vão crescer, tornar-se jovens, adultos, e levar isso sempre na Alma.

Elevemos o nosso pensamento ao nosso Grande Amigo, Jesus, que, lá das Sublimes Alturas, comovido, nos assiste e observa a forma respeitosa com que nos lembramos Dele e nos dirigimos a Ele e a Deus.

Mas que alegria estar aqui! Que felicidade espiritual! Muito obrigado!

Para retribuir esta vibração de Amor, que estou recebendo de vocês, lerei um trecho dos originais de meu livro Nosso dia no Evangelho de Jesus. Querem ouvir?

Prestem bastante atenção, pois tem tudo a ver com a extraordinária missão de generosidade, compaixão, justiça, que cada um de vocês trouxe do Mundo Espiritual, para materializar entre os seres humanos.

Jesus amou além do fim do mundo

“Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que já era chegada a Sua hora de passar deste mundo para o Pai, como havia amado os Seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Evangelho, segundo João, 13:1).

Em 12 de outubro, no Brasil, homenageamos Maria Santíssima, Mãe Universal da humanidade, e as crianças, alegria do mundo! Os pequeninos sempre aguardam com expectativa esse dia. Que a Mãe de Jesus proteja do mal as criancinhas!

Aproveito para lhes contar um belo exemplo que vem dos jovenzinhos, quando integrados no Amor Fraterno, abençoado por Jesus e Sua bondosa Mãe. Apresentei-o, há vários anos, na Super Rede Boa Vontade de Comunicação (rádio, TV, publicações e internet). Fui buscá-lo na obra Lendas do Céu e da Terra, de Malba Tahan. Muitos de vocês talvez já conheçam esse conto, mas, diante dos graves problemas de convivência humana no planeta, é importante ressaltarmos o que de bom igualmente existe para que o Bem seja multiplicado.

Vamos à leitura do que Malba Tahan, pseudônimo do professor de matemática Júlio César de Melo e Sousa (1895-1974), escreveu, acrescida de alguns comentários que fiz:

O Irmãozinho

“Uma menina chinesa conduzia às costas um pequenino de 2 anos de idade. Ao vê-la passar, vergada ao peso daquela carga, um sacerdote perguntou-lhe:

“— É pesado, menina?

“— Não, senhor — respondeu ela, muito vivaz. — É meu irmão!

“Que linda resposta a desta menina! Atentem no profundo ensinamento que suas palavras encerram! Como parece suave a carga quando levamos ao ombro o irmãozinho querido!

“Do mesmo modo, se seguirmos fielmente os preceitos evangélicos, seremos induzidos a levar a Caridade a todos os nossos semelhantes. E o sacrifício em proveito do próximo, então, se tornará muito leve, pois será feito por um irmão”.

 Jesus, o Cristo Ecumênico, universal, o Pedagogo Celeste, Estadista Sublime, ensinou que nos devemos “amar uns aos outros como Ele nos amou e tem amado”. E garantiu o Divino Amigo: “Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros. Não há maior Amor do que doar a própria vida pelos seus amigos. (...) Porquanto, da mesma forma como o Pai me ama, Eu também vos amo. Permanecei no meu Amor” (Evangelho de Jesus, segundo João, 13:34 e 35; 15:12, 13 e 9). 

Vale a pena destacar novamente o que disse a garotinha quando o religioso lhe perguntou se era pesada a criança que carregava: Não, senhor — respondeu ela, muito vivaz. — É meu irmão!”

Reconheçamos também nesse irmão querido o próprio mundo, cujo verdadeiro progresso depende da real dedicação de governantes e governados. Ora, meus queridos Soldadinhos de Deus, da LBV, quem não intuir ou entender essa lição de Lendas do Céu e da Terra jamais compreenderá a Solidariedade espiritual e humana, exemplificada pelo Cristo de Deus. Não será um bom menino, uma boa menina, um bom pai, uma boa mãe, um bom avô, uma boa avó, um bom sacerdote, um bom político, um bom filósofo, um bom cientista, um bom economista, um bom pedagogo ou professor, e assim por diante, porque, se não tiver Amor Fraterno no coração, não saberá viver em comunidade, não poderá participar da Sociedade Solidária Altruística Ecumênica, na qual todos compreendem que o sofrimento de um é o de todos.

Agora a conclusão de Malba Tahan em sua página, na forma de tocante prece:

“Ó Jesus, Divino Modelo da Caridade, dai-me aqueles puros sentimentos de Amor ao próximo, de que nos deixastes tão admiráveis exemplos; fazei, Senhor, que eu ame santamente os meus semelhantes por Amor de Vós, que nunca deles suponha mal; que lhes acuda em suas necessidades; e que, sofrendo suas fraquezas neste mundo, por Amor de Vós [Jesus], possa um dia cantar com eles Vossos louvores, [assim na Terra como] no Céu!”

Todos alcançaremos esse avançado estágio de generosidade quando nossa perseverança no Bem em favor do próximo seguir o exemplo de Jesus, que soube amar Seus Irmãos de jornada até o fim (Evangelho, segundo João, 13:1). E podemos dizer além do fim do mundo, pois Ele segue conduzindo os povos sem esmorecer, sem jamais nos considerar fardo pesado ao Seu Infinito Amor.

Preparação para a Prece e Oração da Criança

Queridos Soldadinhos de Deus, da LBV, o Patrono deste Fórum Internacional é Nosso Senhor Jesus Cristo, pois, com Ele, tudo o que fizermos alcançará, para sempre, o mais completo êxito!

Daí a importância de lançarmos os livros do selo Soldadinhos de Deus, da LBV, da Editora Elevação, espalhando por todo canto esses escritos que elevam os corações. Eles são luzes que acendemos no caminho desses pequeninos que anseiam ver entronizadas, no mundo, as palavras do Santo Evangelho-Apocalipse.

Jesus, na Boa Nova, segundo Mateus, 19:14, declarou: “Deixai vir a mim os pequeninos, não os impeçais, porque deles é o Reino dos Céus”.

E Salomão, em Provérbios, 22:6, aconselha: “Educa a criança no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”.

Todo mundo precisa da Proteção Divina para fazer crescer a força espiritual que existe dentro da Alma. E nesse belo trabalho, Vamos orar com Jesus, na página 25, foi transcrita esta linda prece dedicada a todos vocês, queridos Soldadinhos de Deus, da LBV. Vamos, portanto, elevar o coração ao Pai Celestial, a Jesus, aos nossos Amigos Protetores do Mundo Invisível. Peçam a Proteção Deles para as suas vidas, a de seus pais, mães, avós, avôs, irmãos, tios e tias, primos, tutores, professores, amigos, enfim, para todos aqueles que amam.

*******

Adendo

Oração da Criança

Autoria de Rita de Cássia Mineto

"Bom Pai do Céu,

"Permanecei sempre perto de mim,

"Fazei que eu Vos ame cada vez mais.

"Que o meu coraçãozinho de criança seja puro

"E que não haja lugar para a raiva.

"Que meus olhinhos estejam voltados somente para o Bem.

"Ó Deus!

"Afastai de mim pensamentos de qualquer maldade contra meus irmãos.

"Não permitais que da minha boquinha saia alguma mentira e nem palavras feias.

"Que a inteligência, em boa dose que me destes, seja em benefício da humanidade.

"Fazei que eu ame a todos os meus irmãos, amigos ou inimigos, bons ou maus, conhecidos ou não, os que eu encontrar durante toda a minha vida.

"Fazei, Senhor, que eu nunca venha a magoar o coração de meus pais que me tratam com tanto carinho e tanto Amor.

"Senhor, dai-me vontade e coragem para cumprir o Vosso mandamento, fazendo aos outros o que eu quero que os outros me façam.

"Que assim seja!"

*******

Vamos orar com Jesus

O Cristo, Divino Patrono deste Fórum, nos ensinou, de forma prática e universal, a buscar a todo momento esta imprescindível ajuda celeste.

É o Pai-Nosso! Está também publicado aqui neste belo livrinho, Vamos orar com Jesus, na página 12.  

Nunca abram mão, na vida de vocês, de recorrer à oração do Pai-Nosso, pois ela foi proferida pelo próprio Cristo há dois mil anos!  

Concentrem seus coraçõezinhos e suas mentes nestas divinas palavras de Jesus, carregadas de respeito, humildade e confiança no Poder Superior, que conduz os seres espirituais e humanos:

PAI-NOSSO

(A Oração Ecumênica de Jesus, que se encontra no Seu Santo Evangelho, segundo Mateus, 6:9 a 13.)

“Pai Nosso, que estais no Céu [e em toda parte ao mesmo tempo], santificado seja o Vosso Nome.

“Venha a nós o Vosso Reino [de Justiça e de Verdade].

“Seja feita a Vossa Vontade [jamais a nossa Vontade], assim na Terra como no Céu.

“O pão nosso de cada dia dai-nos hoje [o pão transubstancial, a comida que não perece, o alimento para o Espírito].

“Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoarmos aos nossos ofensores.

“Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal, porque Vosso é o Reino, e o Poder, e a Glória para sempre.

“Amém!”

Soldadinhos de Deus, da LBV, Jesus foi criança um dia! Não se esqueçam disso! Ele cresceu, se fortificou, se preparou e revolucionou o mundo com o Seu Novo Mandamento de Amor Universal: “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos” (Boa Nova, segundo João, capítulo 13, versículos 34 e 35).

E foi para anunciar o Nascimento de Jesus, o Salvador do Mundo, que os Anjos das Hostes Celestiais bradaram: “Glória a Deus nas Alturas, e Paz na Terra aos Homens [e às Mulheres, aos Jovens, às Crianças e às Almas Benditas, os Espíritos] da Boa Vontade de Deus!” (Evangelho, consoante Lucas, 2:14.)

Muito obrigado pela honra de ter a presença e a atenção de todos vocês!

Quem confia em Jesus não perde o seu tempo, porque Ele é o Grande Amigo que não abandona amigo no meio do caminho.

Quanto mais perto de Jesus, mais longe dos problemas!

Salve, ó Divino Educador, o 17o Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus, da LBV!

Deus Está Presente!

Viva Jesus em nossos corações para sempre!

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.