TBV – Um teto para a Humanidade

Fonte: Jornal de Brasília, edição de 19 de outubro de 2010, terça-feira.

Teve início em 1º de outubro, no Templo da Boa Vontade – uma das Sete Maravilhas de Brasília/DF, conforme votação popular –, uma das mais aguardadas e tradicionais séries de eventos das Instituições da Boa Vontade: o “Outubro no TBV”.

Uma programação toda especial foi preparada para comemorar, em grande estilo, os 21 anos da Pirâmide de Sete Faces, que, segundo a Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur), é o monumento mais visitado da capital federal.

Durante o mês inteiro, arte, cultura e espiritualidade ecumênica se fazem presentes em cada atração, proporcionando aos peregrinos que lá estiverem momentos inesquecíveis de harmonia e Paz.

A solenidade de encerramento no sábado, 23/10, a partir das 16 horas, será memorável. Venha orar conosco a Prece para ter tranquilidade e fortalecer a sua Fé, na busca de inspiração para o bem conduzir de sua vida e a de sua família ante os desafios da existência.

André Fernandes
A Pirâmide dos Espíritos Luminosos, a Pirâmide das Almas Benditas!

Maioridade Espiritual

Vinte e um anos é reconhecido como um marco na vida do ser humano. Dizem os estudiosos que o número 21 é cabalístico, apresentando entre os seus significados o de realização, equilíbrio entre espírito e matéria, perfeição, mudanças definitivas, triunfo e resolução dos problemas.

Não há como melhor representar o que milhares de caravaneiros, vindos de várias partes do Brasil e do exterior, buscarão nas comemorações dos 21 anos da Pirâmide dos Espíritos Luminosos: a conquista de sua Cidadania Espiritual.

O “21” também é bastante visível na doutrina ecumênica da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo. O jornalista, radialista e poeta Alziro Zarur (1914-1979), saudoso fundador da Legião da Boa Vontade, imortalizou-se com páginas magistrais, por exemplo, ao delinear as 21 Chaves Bíblicas da Volta Triunfal de Jesus e as 21 Chaves Iniciáticas da Religião do Terceiro Milênio, que englobam Sete Campanhas, Sete Comandos e Sete Cruzadas.

A Mística do TBV

Ainda sobre a mística que envolve o número 21, ao idealizar e erigir o Templo da Boa Vontade, inaugurado em 21 de outubro de 1989, garanti que no projeto houvesse elementos que revestissem o TBV, em cada detalhe arquitetônico, da simbologia sagrada das grandes civilizações que passaram pela Terra. Em depoimento histórico, o renomado engenheiro brasileiro R. R. Roberto, responsável pela construção do Templo da Paz, atestou: “Esse projeto é todo vinculado a certos números, que traduzem toda a História da Humanidade até a criação do mundo. O Templo é todo voltado para o número 7. Nós temos 7 pirâmides conjugadas que formarão 7 aberturas de luzes luminosas, e esses 7 números são divididos em três faces para formar 21 figuras. Também estaria ligado às 21 Cruzadas da LBV. Além disso, foi criado também um espaço vertical, com 21 metros de altura. A base do Templo tem 28 metros, que é múltiplo de 7. E o túnel de acesso à Nave do TBV, igualmente com 28 metros, prepara o peregrino para uma transição psicológica. É a passagem do mundo material para o Mundo Espiritual”.

Venha compartilhar conosco sua Fé Realizante. Na vivência pragmática da Espiritualidade Ecumênica encontramos respostas às mais difíceis e inquietantes indagações de nossa Alma.

O Templo da Boa Vontade fica na Quadra 915, Lotes 75 e 76, Brasília/DF. A Central de Atendimento ao Peregrino poderá ajudá-lo em qualquer informação. Ligue (61) 3245-1070 e faça parte, você com sua família, desse verdadeiro banquete espiritual!

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.