Confira momentos marcantes da construção do Templo da Boa Vontade

Encontrar um lugar cuja proposta fosse “erigir o Templo do Deus Vivo nos corações humanos”. Com esta absoluta convicção, o diretor-presidente da LBV, José de Paiva Netto, teve a iniciativa desafiadora de levantar o Templo da Boa Vontade (TBV), em Brasília/DF, em tempo recorde, numa época em que o Brasil passava por período de grande instabilidade econômica.

Recorda-se que, em uma madrugada, na sua residência, meditava: “Se há necessidade de um teto para as pessoas se protegerem das intempéries atmosféricas, urgente se faz um local que as abrigue das tormentas do sentimento, esquecidas as diferenças religiosas, ideológicas, políticas, econômicas, de modo que se refaçam espiritualmente, descansando das procelas íntimas. Todo mundo tem uma dor que não conta a ninguém, desde o mais poderoso ao mais simples dos homens, até mesmo os Irmãos ateus”.

A partir desta profunda reflexão, Paiva Netto concluiu que era a hora de concretizar um antigo sonho do fundador da Legião da Boa Vontade, Alziro Zarur (1914-1979), de erguer, na capital federal, o TBV. Ele não teve dúvidas: recorreu ao povo, sempre presente para apoiar os trabalhos das Instituições de Boa Vontade. 

Acompanhe essa trajetória desafiadora em 15 fotos:

O surgimento do Templo da Boa Vontade

Foto: João Ruiz Lopes

Trecho retirado da revista BOA VONTADE Ecumenismo (2014)

Não pare por aqui! Cadastre-se na newsletter do Blog para ficar sempre por dentro das novidades do escritor Paiva Netto.