Voltamos! - Sabedoria do Céu

Ainda sob os auspícios do “55º Congresso dos Homens, Mulheres, Jovens, Crianças e Espíritos da Boa Vontade de Deus”, ocorrido em Maringá/PR, o escritor Paiva Netto apresenta em mais um capítulo do livro Voltamos!, a belíssima mensagem do Irmão Espiritual Dr. Bezerra de Menezes (1831-1900), proferida no último dia 18 de dezembro de 2004, na qual ele nos traz conceitos da Sabedoria Divina. Suas palavras foram de incentivo, boas-vindas e de esperança ao Ano-Novo. Ele também destacou a União entre as Humanidades do Céu e da Terra como ação primordial para o estabelecimento da Paz entre os Seres Humanos.

Queridos Amigos da Terra, reunidos na celebração do Natal de Jesus, a Humanidade de Cima abraça-os, com a Harmonia da Boa Vontade Divina, sob a égide do Ecumenismo Total, que abriga o Novo Mandamento de Jesus: Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei*, suprema Religião da Paz.

Trazemos a contribuição do Mundo Espiritual às suas vidas, aos seus destinos, às suas vitórias. Independente de credos, de raças, todos são, fraternalmente, iluminados pela Sabedoria do Céu, que apenas alimenta o coração suplicante a Deus, nosso Pai Eterno.

Seus corações serão, transformados pelo perfume da Ordem Divina Superior, que transcende o raciocínio simples e reflete o clarão da Alma dos que querem apenas elevar, ainda mais, seus préstimos ao Criador da Terra.

Trabalho renovador

Enquanto ouvimos, atentamente, as palavras do nosso Irmão Maior, Paiva Netto, comandante dessa Legião de Amor, de Esperança, de Tolerância entre os povos, Luzes Espirituais percorrem seus vasos físicos, queridos Amigos, aliviando as chagas que dilaceram corpos materiais e espirituais.
Fiquem certos de que seus Anjos Guardiães, na proximidade do Natal de Jesus e de um Ano-Novo de muita esperança pela Paz, farão o trabalho renovador de acompanhá-los em suas trajetórias, que serão maiores que os seus pensamentos podem nesse instante almejar.

Queridos Benfeitores

Bem-Aventurados os limpos de coração, porque deles é o Reino dos Céus.

E o Amor — expandido por suas auras, queridíssimos, fraternos, solidários, Homens e Mulheres, Jovens e Crianças da Boa Vontade de Deus — é latente aos Espíritos que aqui se fazem presentes.

Sintonizados no Divino Mestre Jesus, ou em qualquer líder que também fez e faz bem à Humanidade em suas crenças que não sejam o Cristianismo, todos os queridos benfeitores recebem o abraço da Humanidade Espiritual no Natal de Jesus – O Maior Educador dos Povos! O Pedagogo Celeste, O Divino Criador!

Bendita seja Maringá, bendito seja Paraná, glorioso Brasil!

Parabéns a todos que aqui reunidos formam a corrente dos Homens e Mulheres, Jovens e Crianças da Boa Vontade de Deus.

Rumo a 2005!

Saudações do Natal de Jesus! Saudações a 2005!

Que a Esperança da Paz se multiplique nas Almas dos que governam e dos governados porque as Potências Celestes querem um Brasil unido, liberto, tolerante, influente nos corações da Humanidade.

Irmão Maior, Paiva Netto, e povo da Boa Vontade, do Céu e da Terra, rumo a 2005, à Vitória Maior.
Viva Jesus!
_______________________
* Novo Mandamento de Jesus: Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos (Evangelho de Jesus, segundo João, 13:34 e 35).

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem "o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno".