A ordem é avançar

Fonte: Reflexão de Boa Vontade extraída do livro "Reflexões da Alma", de 2003.

A conquista de um mundo mais humano se tornará real quando todos se unirem numa corrente ecumênica de Fé Realizante e de Paz! “Ah! Isso demorará tanto!”, alguém exclama. Mas respondo-lhe com satisfação: Ora, meu amigo, minha amiga, já foi bem pior... Houve ocasião em que o camponês e sua família eram vendidos com a terra; em que às mulheres e às crianças nem o direito de ter Alma era concedido. Assim sendo, a ordem é avançar. Por isso, estou de acordo com Louis de Bonald (1754-1840), quando afirma: “A paciência suaviza as mais rudes asperezas. Nada a vença em ti, nem as palavras irritantes, nem as vivacidades provocativas. Sê como a uva, cujo suco é mais doce quando a videira cresce em solo muito pedregoso”.

José de Paiva Netto, escritor, jornalista, radialista, compositor e poeta. É diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV). Membro efetivo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter), é filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), à International Federation of Journalists (IFJ), ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro, ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro e à União Brasileira de Compositores (UBC). Integra também a Academia de Letras do Brasil Central. É autor de referência internacional na defesa dos direitos humanos e na conceituação da causa da Cidadania e da Espiritualidade Ecumênicas, que, segundo ele, constituem “o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno. Em suma, a constante matemática que harmoniza a equação da existência espiritual, moral, mental e humana. Ora, sem esse saber de que existimos em dois planos, portanto não unicamente no físico, fica difícil alcançarmos a Sociedade realmente Solidária Altruística Ecumênica, porque continuaremos a ignorar que o conhecimento da Espiritualidade Superior eleva o caráter das criaturas e, por conseguinte, o direciona à construção da Cidadania Planetária”.