Confira: edição em espanhol do livro “É urgente reeducar!”, de Paiva Netto

O mercado editorial hispânico, em abril, recebeu mais um título do escritor Paiva Netto. O livro É urgente reeducar!, lançado em português em 2008, aclamado pelo público em diversos eventos literários no Brasil, ganhou a versão em espanhol, numa parceria da Editora Elevação com a Editorial Duken.

O lançamento oficial ocorreu na 45ª Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, Argentina — o maior evento literário em língua espanhola do mundo. A obra apresenta conceitos de vanguarda da Educação com Espiritualidade Ecumênica com uma “visão além do intelecto”, proposição há décadas do autor, que o inspirou a criar a Pedagogia do Afeto e a Pedagogia do Cidadão Ecumênico — linha pedagógica aplicada, com sucesso, nas escolas e programas socioeducacionais da Legião da Boa Vontade

Sendo um sucesso na Feira internacional de Buenos Aires, acompanhe alguns destaques desse evento:

Educadoras comentam a obra

As educadoras da LBV da Argentina, Valeria Sendra (esquerda) e Maria Eugenia Molinari, convidadas para o evento literário tiveram a oportunidade de conhecer o lançamento do escritor Paiva Netto! Adquira também a versão digital do livro É urgente reeducar!, em espanhol.

Confira principais fotos e atividades

45ª Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, Argentina

Foto: César da Silva

Sobre a obra

Nas páginas da obra, o autor amplia nossa percepção sobre o tema ao destacar que a educação faz parte da realidade de todos os cidadãos. Afinal de contas, quem neste mundo não é um educando? E quem não é um educador? Todos, de alguma forma, participam desse processo natural da vida: aprender e ensinar. Por isso, é fundamental que os pais, os pesquisadores, os especialistas da área educacional, enfim, os seres humanos, reflitam acerca de suas responsabilidades, revejam posturas e avaliem se estão atendendo aos reais anseios que contribuem para a formação dos indivíduos ao redor.

Entre outras definições, o autor destaca na obra: “gente educada, instruída e ecumenicamente espiritualizada é povo que rebenta os grilhões da miséria e os lança fora. Por isso, há tanto tempo asseguramos que sem Educação e Instrução (e mais: sem reeducação, incluída a dos educadores, e Espiritualidade Ecumênica) não há verdadeiro progresso. Enquanto não prevalecer o ensino eficaz por todos os de bom senso almejado, qualquer nação padecerá cativa das limitações que a si mesma se impõe. (...) Cuida do Espírito, reforma o ser humano… e tudo se transformará”.